Mensagem da Diretoria

2020, o ano do “novo normal”

Nossa mensagem neste relatório em 2019 intitulava: O Postalis mudou! A referência era ao fim da intervenção federal e ao início de uma nova etapa, para planejar e viabilizar a reconstrução deste que é um dos maiores fundos de pensão do Brasil.

E 2020 chegou juntamente com a pandemia do Covid-19, trazendo mudanças para toda a sociedade brasileira e mundial, com consequências e impactos para o nosso Instituto. Como vivíamos um momento de renovação, conseguimos enfrentar com competência e serenidade os obstáculos deste ano de tantos riscos e desafios. Rapidamente, nos adaptamos ao trabalho remoto e mantivemos os serviços e entregas com total normalidade, realizando os pagamentos de benefícios em dia e projetos caminhando sem interrupção.

O distanciamento social não nos impediu de realizar um processo eleitoral seguro e transparente, que elegeu os representantes dos participantes para integrar os Conselhos Deliberativo e Fiscal. Com os colegiados reconstituídos, foi possível também reestruturar a Diretoria Executiva com a chegada de um novo Diretor de Investimentos e a efetivação da Diretoria de Gestão Previdencial. Finalizamos o ano com nossa estrutura de governança completa e instalada.

Mesmo com a alta volatilidade dos mercados financeiros, nosso Plano de Benefícios Definido (PBD) atingiu uma rentabilidade de 16,46%. Em um ano em que boa parte dos fundos de pensão ficou aquém de suas metas atuariais, o PBD obteve um excelente desempenho de mais de quatro pontos percentuais acima de sua meta de 10,28%.

O plano Postalprev apresentou, em 2020, a rentabilidade de 6,65%, não sendo suficiente para alcançar o índice de referência do plano (10,49%). Enquanto no plano BD, a queda da bolsa trouxe um benefício à carteira, em virtude da exposição ativa em Renda Variável ter iniciado após os efeitos da expansão do COVID-19 sobre a bolsa brasileira, o plano Postalprev já detinha cerca de 12,76% do seu patrimônio exposto a Renda Variável.  

Contudo, apesar de não atingir o índice de referência, a rentabilidade alcançada refletiu uma significativa recuperação após a queda de 4,18% em março de 2020. Atingiu, também, um resultado expressivo quando comparado aos principais indicadores de investimentos do mercado (benchmark), como o CDI (2,75%) e o Ibovespa (2,92%).

Tão importante quanto buscar os melhores retornos para os planos foi o esforço continuado de encontrar soluções para o déficit do PBD e para o modelo de negócios previdencial do Postalis, visando a sua solvência e modernidade. Abrimos importantes canais de diálogo com o patrocinador e as associações de participantes e assistidos, criando Grupo de Trabalho para debater alternativas para equacionar o déficit, minimizar perdas e dirimir riscos futuros.

Neste contexto, temos discutido o lançamento de um plano de benefícios na modalidade que mais cresce no País, de Contribuição Definida (CD), que permite flexibilidade de contribuições e benefícios e elimina definitivamente a possibilidade de déficits.

Em outra frente, a recuperação de ativos é também uma das prioridades da atual gestão e já atingimos valores próximo de R$ 400 milhões devolvidos (ou em vias de serem devolvidos) ao patrimônio do Instituto, em benefício dos participantes, dos assistidos e do patrocinador.

Lançamos uma nova logomarca, símbolo da modernidade que queremos imprimir ao Postalis. Fortalecemos a capacidade da nossa equipe em conduzir a gestão do Instituto com profissionalismo e respeito à conduta ética e a integridade das ações.

Em 2020, o Postalis avançou e atingiu objetivos importantes. Em 2021, ano em que completa 40 anos em plena atividade, o Postalis continuará prosperando na edificação de uma entidade de previdência transparente, eficiente e solvente em que todos acreditam.

Centro Empresarial Brasília Shopping
SCN, Quadra 05, Bloco A, Torre Sul – sala 401
Asa Norte – Brasília/DF
CEP 70.715-900
Telefone: 3003-3669 (sem DDD)

© 2021 Postalis. Todos os direitos reservados.